30/06/2009

CARLOS RESENDE DEIXA FC PORTO


O FC Porto anunciou esta noite que Carlos Resende vai abandonar o cargo de treinador da equipa da andebol.


Apesar de ter conquistado o título de campeão nacional, o técnico português deverá ser substituído por um colega de profissão estrangeiro.


Resende, um dos melhores jogadores de andebol de sempre em Portugal, treinou o FC Porto durante três épocas e além do campeonato conquistou uma Taça de Portugal e uma Taça da Liga.O contrato que ligava Carlos Resende ao FC Porto terminava hoje e não foi renovado.
Fonte: Jornal A Bola

Comunicado da SAD

«No momento em que a colaboração entre o FC Porto e o treinador Carlos Resende é concluída, palavra de agradecimento pelos títulos conquistados e que enriqueceram o palmarés da modalidade. Esta descontinuidade poderá não significar um adeus definitivo»


Será que vem de novo Branislav Pokrajac, ou Alexksander Donner está na jogada, ou será que Jorge Rito poderá ser o sucessor?


A ver vamos as surpresas.

GALERIA DE CAMPEÕES 2008-2009


Nesta galeria vamos colocar os clubes por nº de títulos alcançados


Taça de Portugal Seniores- ABC Braga Andebol Sad

Infantis Infantis- ABC Braga Andebol Sad

Juvenis 1ª Divisão - ABC Braga Andebol Sad


1ª Divisão Seniores - DF Holanda

Iniciados 1ª Divisão - DF Holanda


Taça Presidente da República Seniores - CF Belenenses

Juniores 1ª Divisão - CF Belenenses


Liga LPA - FC Porto


Taça LPA - SL Benfica


2ª Divisão Seniores – ISAVE


3ª Divisão Seniores - CD Paço de Arcos



Juniores 2ª Divisão - FC Gaia


Juvenis 2ª Divisão - EA Moimenta da Beira



Iniciados 2ª Divisão - A. Ac. S. Mamede


Selecções Regionais Iniciados - A.A. Braga
Selecções Regionais Infantis - A.A. Braga


FEMININOS


1ª Divisão Seniores - Madeira Sad
Taça de Portugal - Madeira Sad
Supertaça - Madeira Sad



2ª Divisão Seniores - CS Juventude Mar
2ª Divisão Iniciadas - CS Juventude Mar



Juniores - Colégio João Barros



Juvenis – Maiastars




1ª Divisão Iniciadas - JAC Alcanena


Infantis - AD Sanjoanense



Selecções Regionais Iniciados - A.A. Aveiro

Nesta galeria de campeões, destacamos a ausência de alguns clubes importantes, Sporting em Masculinos, e Colégio de Gaia em Femininos.

O ABC destaca-se no masculino, junto com o Francisco de Holanda. Aliás convém mesmo salientar que a Associação de Braga este ano deveria receber o prémio de melhor associação do pais, tendo em conta que dos 26 campeões, 9 são da sua associação.

Podemos mesmo dizer que existe uma hegemonia dos campeões a norte dado que dos 26 titulos, 16 ficaram no norte do Pais. Falta ainda disputar 2 titulos nacionais, os de minis. Contudo neste escalão o efeito titulo nacional não deve ser sobre valorizado, correndo o risco de ameaçar fortemente a formação destes" mini" atletas

Quadro representativo da distribuição de titulos por associação

29/06/2009

PORTUGAL MUDA, ESPANHA LUTA...


Em Portugal assistimos nesta ultima semana a dois clubes mudarem de nome, de direcção e estatutos no sentido de limparem o passado, para assim conseguirem projectar mais facilmente o futuro.

Em Portugal banaliza-se já essa situação.

Em Espanha ainda se luta com dignidade. O Alcobendas, clube de andebol situado em Madrid que disputa a ASOBAL, deparou-se com um problema financeiro grave. A única solução é ceder o seu lugar na ASOBAL e possivelmente acabar com o andebol sénior.

Tal está em cima da mesa. Contudo até que seja possível combater essa hipótese drástica, os madrilenos estão a lutar com toda a força e toda a convicção que vão superar esse difícil desafio. 

Para isso lançaram uma campanha de angariação de fundos, sócios e uma campanha de comunicação forte para possibilitar a participação na liga ASOBAL da próxima época. 
Têm o apoio da imprensa, da comunidade local que não quer perder a sua equipa representativa na maior liga de andebol, e pessoas de destaque da sociedade espanhola.

Todos juntos certamente vão vencer este desafio. Mas senão o vencerem certamente podem dizer que fizeram de tudo para o vencer.

Necessitam de ser 3000 sócios para garantir o futuro na liga ASOBAL. Já conseguiram quase metade.

Fica aqui mais uma lição de nuestros hermanos, que mesmo nos momentos mais difíceis, conseguem manter a dignidade, e o compromisso.

Talvez por isso sejam uma potência a qualquer desporto, sejam um dos 4 países mundiais que melhor potenciam o turismo, e sejam um dos países mais desenvolvidos da Europa

Por serem mais lutadores, por serem mais unidos, por serem mais patriotas, lutam com todas as forças para conseguirem os seus objectivos.




São estes os grandes exemplos que devemos tirar e aprender, para que o nosso desporto possa evoluir no nosso país, e para que a credibilidade volte a imperar numa sociedade já tão desgastada pela corrupção
ao e pela mentira...

VOTAÇÃO - QUAL O MAIS INTERESSANTE?


Até ao próximo dia 1 de Agosto vamos promover esta votação, no intuito de saber qual o local na Internet que consideram como sendo o mais interessante.

Sabemos que os blogues partem em desvantagem dado que são projectos amadores, sem qualquer contrapartida financeira, contudo sabemos que estes projectos amadores prestam muitas vezes serviços mais personalizados e mais abrangentes do que os próprios jornais ou sites desportivos.

Mas está lançada a votação. O voto é vosso...

ESTÁGIO DE VERÃO 1 A 6 JULHO

SELECÇÃO NACIONAL A - ESTÁGIO E TORNEIO NO BRASIL, 1 A 6 JULHO 2009

BRUNO DIAS (JUN A)

GR

ABC

JOSÉ LOPES (JUN A)

GR

SPORTING

CARLOS CARNEIRO

C

BENFICA

PAVEL TSIUNCHYK (JUN A)

C

BENFICA

CLAUDIO PEDROSO

LD

BENFICA

JOÃO PINTO

LD

SPORTING

BOSKO BJELANOVIC

LE

SPORTING

JOÃO LOPES

LE

BENFICA

NUNO PEREIRA

LE

S. BERNARDO

JORGE SOUSA

PD

S. BERNARDO

PEDRO SOLHA

PE

ÁGUAS SANTAS

NELSON PINA

PE

BELENENSES

JOÃO ANTUNES (JUN A)

PIV

BENFICA

BRUNO MOREIRA

PIV

SPORTING

Que selecção é  esta? Será que começou já a renovação para a próxima fase de qualificação?

No topo da noticia verificamos que é a selecção nacional A, contudo ao analisarmos a convocatória saltam-nos enormes duvidas.

Primeiro gostaríamos de saber qual o objectivo principal deste torneio.

Será para dar tempo de jogo a atletas?

Será por uma questão de relações publicas?

Será por algum compromisso assumido anteriormente?

Será apanhar sol no Brasil? (nem é a melhor altura)

Sinceramente um torneio de seniores masculinos, no Brasil no mês de Julho quanto a nos como principal objectivo o aspecto competitivo não tem qualquer lógica. Dizemos nós.

Estamos a acabar o livro de Luis Santos e um dos pontos fortes que refere com bastante insistência, é os custos das selecções nacionais, em que é necessário ponderar bem, e é necessário não se cometer loucuras. Luis santos chegou mesmo a cancelar as viagens das selecções por falta de fundos.

E agora vemo-nos confrontados com um estágio no Brasil, em Julho.

Da convocatória propriamente dita saltam-nos varias duvidas.

Deduzimos que muitos atletas se tenham recusado a ir, desde José Costa, David Tavares, Dario Andrade, os atletas do Porto, etc. Isto porque nem a base da selecção é mantida para manter assim um equilíbrio táctico e um trabalho contínuo

A começar pelos GR. Saíram Laurentino e Figueira, entraram 2 juniores. E porque não aproveitar agora para experimentar ou Humberto e Ferreirinho?

Saíram os habituais pontas e as entradas até foram interessantes.Aqui ok.

Saíram os habituais pivots e aposta-se num habitualmente chamado Bruno Moreira e num promissor João Antunes.Aqui ok.

Aposta-se em Pavel Tshiunchyk, quando nem nos seniores do Benfica joga. Porque não levar Carlos Matos ou Pereira do ABC, Martingo, Nuno Roque, etc.

A laterais custa-nos a constante aposta em João Lopes, que aqui aparece como LE. Ele não é pivot?

Verificamos que esta convocatória tem 5 atletas do Benfica, 4 do Sporting, 1 do ABC, 2 S.Bernardo, 1 Belenenses e Águas Santas. Do campeão nacional e finalista da TAÇA, zero. Muito estranho.

Este estágio  é no minimo estranho, numa altura em que se falta de tanta falta de dinheiro, e onde todos os dias fecham clubes, e ou clubes mudam de nome...

FRASES SOLTAS

Jorge Rito disse

"Questiono, mesmo tendo vencido, a marcação para esta altura de finais deste género. Há muito tempo de paragem, não há jogadores para treinar pois estão na selecção e até equipas adversárias para jogos treinos não se conseguem encontrar nesta fase".

Já tinhamos referido isto em comentários e artigos anteriores.

É caso para dizer, será que FAP ouve alguém no processo estratégico de tomada de decisões?

TAÇA - Mais uma vez venceu o colectivo ao individual


Neste fim de semana assistimos à final four da taça de Portugal. Uma competição simpática que encerra a época nas competições seniores.

Há partida aquele que era “menos” candidato, o ABC foi aquele que “limpou” a taça.

E dizemos que limpou a taça porque nota-se perfeitamente que foi o clube que melhor preparou esta fase da competição.

No campeonato nacional o ABC caiu precocemente dado que no momento em que ia decidir, perdeu um dos seus atletas mais influentes, Luis Bogas. Para já não falar de Carlos Ferreira, que nesta equipa é fundamental. Nessa altura o tempo de preparação para novos atletas foi reduzido e o resultado traduziu-se numa eliminação frente Sporting que vinha crescendo.

Para a taça tudo foi diferente. Rito já sabendo das suas limitações potenciou alguns atletas para que tudo fosse mais natural e menos forçado. E conseguiu gerir bem o esforço, situação bem patente na final. Alternava entre Carlos Matos e Tiago Pereira, entre Silva e Bastos, até entre Rocha e Salgado.

José Costa, Fábio Magalhães e Bruno Dias tiveram ontem contra o porto um jogo excelente. José Costa atleta que defendemos no nosso blogue como sendo o melhor atleta português da actualidade na nossa modalidade, teve lances absolutamente fantásticos. Sem duvidas que se bem acompanhado na próxima época, vai ser um caso a analisar na liga ASOBAL. Fábio Magalhães foi o bombardeiro do ABC, sempre que as soluções faltavam vinha Fábio com a sua precisão de remate e decidia. A sua potencia de remate começa já a ficar próxima de Eduardo Filipe.

Bruno Dias, jovem mas seguro, deu estabilidade à equipa nos momentos em que esta ia caindo. Podemos dizer que manteve o ABC na luta.

Carlos Matos deu outra experiencia à equipa, e num momento importante protagonizou jogada de grande espectáculo. A dupla aérea é daquelas situações que o andebol necessita. Ainda mais quando é transmitido pela TV.

Dario esteve bem, mas podemos dizer que neste jogo surgiu o Basto, que numa altura decisiva pegou na responsabilidade de cilindrou Laurentino, ora de remates ao 1ºposte ora com chapeladas. Era daqueles dias que tudo saia bem.

Sinceramente consideramos que o verdadeiro obreiro deste sucesso foi Jorge Rito, dado que potenciou o colectivo desta equipa de forma superior. O ABC a nível de sistematização, táctica de grupo deu uma lição a Porto e Benfica.

Não vimos o 1ºjogo por isso não podemos comentar sobre o Madeira Sad.

Quanto aos restantes, podemos dizer que a equipa B do Benfica foi “miserável”. Sem ideias, sem estratégia, completamente perdida em campo. Apenas Carneiro manteve o resultado dentro do aceitável. Num desporto colectivo arriscamos a dizer que o Benfica é a equipa mais individual deste ano. O ataque é como que um agora sou eu, e a seguir és tu. Foi assim com Carneiro, foi assim com Zaikin, com Pedroso, etc. Não entendemos que com tantas limitações, José Antonio não tenha apostado mais em Edgar Madureira, em Pavel Tshiunck. E já agora onde anda MIRICKI? Ainda não nos responderam...

Do Porto, consideramos que existiu excesso de confiança. Por terem vencido a Liga, pensavam que a taça iria ser canja. Ontem vimos uma equipa pouco dinâmica, demasiado dependente de Eduardo Filipe. A defender Álvaro Rodrigues e Manuel Arezes várias vezes roçaram o limite da virilidade. Que o diga Salgado. Inácio Carmo quanto a nós a defender esteve catastrófico e a atacar foi jogando a espaços. Tiago Rocha colou a si próprio o estilo de vedeta… e isso não leva a lado nenhum. Nesta equipa destacamos dois elementos que quanto a nós retratam verdadeiramente o Porto. Laurentino e Moreira. Laurentino mais não podia fazer neste jogo. Moreira foi aguentando o resultado, mas também não consegue ainda fazer muito mais, porque não dá.

Para concluir podemos dizer que Jorge Rito foi o mais lúcido e mais preparado nesta competição, exponenciando a sua equipa ao máximo, e convêm dizer uma equipa com menos recursos que as restantes. Mas quando a motivação se eleva, a qualidade do atleta e da equipa transpõe-se por vezes à realidade.

Este fim de semana foi também dia de despedidas. Martingo que vai para o S Bernardo, Candeias que vai para o Benfica, Fábio Magalhães que se consta ir para o Sporting, Edgar Madureira que sai do Benfica, Galambas que se fala que vai para o ABC, etc.

Arbitragem

Como não vimos o 1ªjogo não podemos comentar. Contudo pelo conhecimento que temos da dupla não tínhamos elevadas expectativas. E pelo que se passou podemos dizer que se confirmou este nosso vaticínio.

Quando a Goulão e Paulo Silva, no jogo Benfica –ABC podemos dizer que tiveram o trabalho simplificado dada a diferença de resultado. Não comprometeram.

Na final, podemos dizer que permitiram alguma virilidade, principalmente por parte de Álvaro Rodrigues, Manuel Arezes e Eduardo Ferreira. Existiram acções que temos grandes duvidas se não eram vermelho. Estiveram um pouco dessincronizados, mas não acreditamos que tenha tido grande influencia no desenrolar do jogo.


Comentadores da TV

Consideramos que já começa a ser uma boa altura para se mudarem os comentadores da TV. Tormenta com as suas desgastantes analises e palavras que se querem "caras" torna um apoio à transmissão, numa menor valia do mesmo. SInceramente consideramos que já é altura de se mudar. De um novo impulso, para dar mais alegria ao comentário e ao desporto. Os comentários tem que ser mais acessiveis a todos. Às vezes parecem autenticas acções de formação, que nada tem a ver com o jogo do momento.

O acompanhante de Tormenta na taça, jornalista que reconhecemos qualidade no desporto, estava algo perdido. Cometeu vários enganos, até chegando ao limite de dizer que estavam as duas melhores equipas do campeonato (ABC e PORTO), quando se tratava da TAÇA.

ISAVE PASSA PARA MARIA BALIO...

E o 2º clube em 2009 a mudar de nome é… O ISAVE.

Depois do S. Bernardo, depois do ABC, depois do Francisco de Holanda, agora é a vez do ISAVE.

Alertamos para a perigosa situação dos clubes como ultima hipótese de sobrevivência, pedirem a “insolvência” do actual clube e formarem um novo clube. Este novo clube acabadinho de nascer, tem a “sorte” de herdar do anterior apenas o mérito desportivo, dado que o demérito financeiro ficará esquecido para a eternidade.

Existem dois pontos de vista com estas situações.

A primeira a visão de continuidade do andebol. Sabemos que a formação de um clube não tem culpa da má gestão do mesmo, muitas das vezes os clubes tendem a desaparecer dada a sua continua má aposta no escalão sénior, cometendo verdadeiras atrocidades. Essas atrocidades condicionam a pratica desportiva de muitos miúdos.

Neste perspectiva de continuidade do andebol nessa localidade, podemos dizer que fechamos os olhos e até aceitamos esta situação.

A visão mais realista e mais justa, é o de que esta situação é uma situação deveras injusta para os clubes que arduamente lutam no seu dia a dia para manter a sua formação competitiva e as suas contas no verde. Será competição leal, quando um clube é campeão nacional da 2ªdivisão com um plantel da “liga”, que pelos vistos não paga aos seus atletas? E as equipas que tem os seus compromissos em dia, e vão até ao final da época com dignidade? Não mereciam estes ser premiados? Existem muitos exemplos, mas verificamos que estas situações podem levar a que o desporto fique desvirtuado, e acima de tudo desresponsabilizado de acções que tiram credibilidade à modalidade.

O ISAVE é um clube recente que tem trabalhado bem na sua formação, e na sua equipa sénior dado os elevados custos que tem, devia repensar seriamente a sua situação, para garantir a continuidade dos seus miúdos, para que a mudança para MARIA BALIO, não obrigue a que mais tarde tenha que mudar novamente.

Há uma questão que colocamos, as dividas dos clubes que mudam radicalmente a sua condição, são assumidas por quem?

Há que repensar muito bem estas situações, e esta forte conivência das associações regionais e da FAP podem ser demasiado perigosas, dado que não colocam em pé de igualdade clubes cumpridores, de clubes incumpridores.

Aliás até vamos mais longe, no ano passado para se participar no campeonato nacional era necessário cumprir vários requisitos. Agora verificamos que muitos desses clubes não cumpriram. Mais uma vez verificamos que nesta modalidade, há clubes ricos, e clubes pobres, há clubes afilhados, e … os clubes que sobrevivem à custa de muito trabalho próprio e digno. Mas esses são o elo mais fraco.

Como se costuma dizer, o tempo traz sempre a verdade.

Qual será o próximo clube a mudar?