28/01/2010

PO02- RESUMO DA JORNADA



ZONA NORTE

MODICUS 21 – 19 MARIA BALAIO

S. P. OLEIROS 26 – 29 AA S. MAMEDE

ACADÉMICO FC 24 – 24 ISMAI

AC LAMEGO 24 – 26 AVANCA

SANTO TIRSO 37 – 24 FEIRENSE

A antepenúltima jornada estava recheada de jogos interessantes e decisivos tendo em conta o desfecho final da primeira fase.

Em Sandim jogava-se o jogo mais importante com os locais a receberem o Maria Balaio e desde cedo os da casa comandaram o marcador com boas acções defensivas parando a primeira linha do Maria Balaio, no ataque o Modicus explorava bem o jogo de Nuno Caminha e aproveitando uma primeira parte de fraco nível de Miguel Marinho conseguiam manter-se na frente chegando ao intervalo a vencer por quatro bolas.

O segundo tempo trouxe outro Maria Balaio apostado em virar o jogo, melhorando a sua prestação defensiva e explorando algumas falhas técnicas do adversário levaram a que o Maria Balaio se aproxima-se no marcador mas o jogo neste segundo tempo nem sempre era bem jogado de lado a lado e com o coração a falar mais que a cabeça as duas equipas tornaram o jogo da equipa de arbitragem difícil contestando sucessivamente as decisões da dupla de Aveiro e é no meio destas contestações que o Modicus acaba por ganhar vantagem com a desqualificação de Jorge Pinto por palavras ao árbitro, o que levou a um abaixamento de forma da equipa da Povoa do Lanhoso, que viu a possibilidade de empatar ou ganhar este jogo fugir-lhe, o Modicus teve o mérito de aproveitar bem os deslizes do adversário e conquistar uma vitória preciosa.

Bom resultado para estas duas equipas e para a S. Mamede foi o empate do Ismai no Académico que coloca os maiatos quase fora da fase final, com este empate os maiatos finalizaram uma serie de onze vitorias consecutivas, O jogo em si foi dividido a espaços a primeira metade deu um equilíbrio entre as duas equipas mas nos últimos dez minutos o Académico ganhou uma vantagem de 5 golos que chegou ao intervalo, no segundo tempo a primeira metade foi do Ismai que anulou a desvantagem passando inclusive para frente mas a partir daqui foi um marcas tu marco eu falhas tu falho eu e no final sobre o apito Daniel Costa em desequilíbrio falha a possibilidade de dar a vitoria aos maiatos. Com este resultado o Ismai que tem um jogo a mais e que na próxima jornada vaia ver os outros jogar já sabe que vai partir para a última jornada em quarto lugar. Dependendo de resultados de terceiros.

Em SP Oleiros jogava-se outro jogo importante com a S. Mamede a ter uma deslocação aparentemente difícil mas foi mesmo aparência pois o SP Oleiros da primeira parte foi pura manteiga para uma S. Mamede extremamente moralizada que apresentava elevados níveis de finalização contrastando com os locais por isso não foi de admirar que chegassem ao intervalo a vencer por 6 golos. O segundo tempo foi só gerir a vantagem adquirida embora os locais tivessem mostrado outra garra que não chegou para incomodar a equipa matosinhense. Bom jogo para Tiago Resende e Daniel Santos que estiveram muito bem ao longo do jogo. Esta vitória dá quase como certa a presença da S. Mamede na próxima fase.

Nos dois outros jogos Santo Tirso e Avanca venceram como se previa Feirense e Lamego respectivamente, embora o Avanca tenha tido um jogo mais complicado e teve de batalhar bastante para conseguir a vitória.

Para as contas finais o Ismai continua na pior situação pois depende de resultados terceiros, a Maria Balaio com dois jogos em casa parece ser aquele que esta a salvo de qualquer surpresa, vamos ver o que reserva o jogo S. Mamede e Modicus desta jornada.

ZONA SUL

ALAVARIUM 24 – 19 CAMÕES

PASSOS MANUEL 20 – 30 GINÁSIO SUL

ALTO MOINHO 20 – 20 JUV. LIS

EMP. COMÉRCIO 27 – 30 SISMARIA

ALMADA 27 – 31 ÉVORA AC

Jornada interessante com os seis primeiros a jogarem entre si as ultimas cartadas algumas foram decisivas, outras bastante importantes, outras alimentam o sonho e ainda as que provocaram alguma desilusão.

Em Aveiro disputava-se o jogo mais importante com o Alavarium a receber o apurado Camões e conforme vem sendo hábito desde o apuramento do Camões a equipa lisboeta não tem apresentado o andebol dos primeiros dois terços do campeonato fazendo uma gestão dos seus recurso humanos, não foi de estranhar que uma equipa com o poderio do Alavarium conseguisse dominar a turma do Camões comandados por Augusto Pereira os aveirenses construíram durante a primeira parte o resultado. O Alavarium mostrava-se muito forte a defender por vezes com alguma dureza mas aceitável no Camões reinava uma apatia geral apenas contrastada por algumas acções individuais de José Rua e Simão. Não foi de estranhar os 4 golos de vantagem ao intervalo.

No segundo tempo apenas mudou a intensidade com que a partida foi jogada baixou o ritmo do lado aveirense e os lisboetas aproximaram-se mas nada que abala-se o Ala que mesmo assim ainda conseguiu alargar a diferença para 5 golos no final, destaque na segunda parte para Carlos Oliveira com alguns remates interessantes. Para o Ala esta vitoria vale ouro para o Camões não aquece nem arrefece na próxima jornada o Ala tem mais um jogo difícil deslocando-se à Cova da piedade onde mora um Ginásio do Sul imparável.

O Ginásio que esta semana se desenvencilhou de um adversário difícil e concorrente directo a fase final por o Passos Manuel por números nada esperados, dez golos de diferença (20-30), o que demonstra que o Ginásio do Sul neste momento é uma equipa bem mais sólida e coesa do que à uns meses atrás e capaz de lutar de igual para igual com qualquer equipa.

Sobre o jogo em si, existe pouco para dizer boa atitude do Ginásio do sul nas duas partes do jogo não permitindo que o seu adversário entrasse por momentos na partida, o Passos Manuel acusou a pressão de vencer e deu-se mal, o colectivo não ajudou e apenas David Santos esteve ao seu nível no lado do Ginásio mérito para toda a equipa com especial destaque para Jorge Pinto.

O outro jogo que opunha as equipas do topo jogou-se em Santarém onde os Empregados não conseguiram vencer o Sismarias que a esta hora esta a fazer contas à derrota com Juve Lis e outros desaires que teve não esperados.

Foi um jogo muito equilibrado desde o inicio com as equipas a jogarem mais com o físico do que velocidade e intensidade de jogo. Embora na primeira parte o jogo tenha sido mais mexido que na segunda, Tiago Santos pelos locais estava em dia sim mas por outro lado não conseguiam encontrar o antídoto para parar o Pivot João Sousa, factor determinante para os leirienses chegarem ao intervalo a vencer por dois golos.

Na segunda parte o ritmo foi mais lento com os guarda-redes aparecerem mas os intérpretes eram os mesmos, podendo acrescentar-se Tomas Faria pelos locais e Sigismundo pelos leirienses que com golos importantes mantinham a incerteza no marcador e foi já perto do final que a Sismarias carimbou a vitória e controlou os últimos três minutos de jogo onde os empregados não tiveram força para correr atrás do prejuízo.

Com este resultado os Empregados passam a ser obrigados a vencer os seus jogo e esperarem por muitas e muitas ajudas, a Sismaria tem na próxima jornada mais um teste de fogo com a recepção ao Passos Manuel.

Em Corroios Alto de Moinho e Juve empataram num jogo bastante equilibrado e que o resultado final se aceita, dividindo-se o mal pelas aldeias. Em Almada o Évora conquistou a sua terceira vitoria e retirou talvez a ultima hipótese do Almada fazer uma vitoria nesta fase do campeonato.

A Sul as contas também começam a ficar mais esclarecidas apurados automaticamente estão o Camões e o Ginásio do Sul o Alavarium é o terceiro melhor colocado para conseguir a ultima vaga tendo neste momento três pontos de vantagem sobre Passos Manuel e Sismaria os mais directos adversários e que na próxima jornada se defrontam podendo um ou ate os dois dizer adeus à luta, os Empregados do Comércio estão quase fora mas os seus 5% de hipóteses dependentes das conjunturas ainda os podem levar à fase seguinte, embora seja bastante difícil. Se o Alavarium vencer na próxima jornada o Ginásio do Sul estão encontradas as três finalistas.

27/01/2010

FRASES SOLTAS

"NÃO HIPOTECO FUTURO POR UMA VITÓRIA NO PLAY OFF"

HENRIQUE TORRINHA

SUPERTAÇA PORTIMÃO ARENA - ANALISE FINAL

De facto a falta de disponibilidade tem-nos retirada alguma capacidade de análise, dado que não tendo tempo para oferecer analises mais pormenorizadas, temos tentado simplesmente informar.

Contudo com um tempinho extra que arranjamos decidimos fazer uma análise mais abrangente do evento da passada semana.

Depois desta prova, supertaça Portimão Arena, existem alguns elementos que devem ser analisados com maior cuidado e pormenor

HENRIQUE TORRINHA

Consideramos que perdeu uma hipótese na entrevista que concedeu para a RTP2, de elevar a imagem do andebol. Foi pouco convincente, vacilou quando questionado da situação financeira, e acima de tudo mostrou pouca segurança. Sinceramente esperávamos mais. Numa altura em que o andebol se debate com problemas financeiros, onde a imagem global do andebol não é a mais famosa, era esperada uma outra dinâmica e acima de tudo uma outra força... Mas é o que temos. Também não é preciso saber falar bem, mas sim fazer bem...Contudo temos duvidas para ambos os casos.


COBERTURA TV

Foi interessante verificar a cobertura feita pela RTP2 ao evento,paga ou não pela FAP, sendo que no sábado, foi uma verdadeira “tardada” de andebol. Algo que já não nos lembramos. A juntarmos a isto os jogos do europeu que passam na Sportv então podemos dizer que Janeiro tem sido o mês do andebol… Não falamos muito da qualidade dos jornalistas, dado que para nós o facto de estarmos presentes na TV é por si suficiente, por enquanto. Contudo poderia ter existido uma melhor planificação por parte da FAP-RTP2 para que o conteúdo transmitido extra jogos fosse mais interessante e pudesse causar maior impacto ao espectador. Acreditamos que já era altura da FAP através do seu marketing e empresa de comunicação criarem um trailer inovador da modalidade que anteceda as transmissões televisivas.As reportagens e entrevistas poderiam ter sido mais ,digamos, impactantes. Mas também não podemos dizer que tenham sido más. Foram digamos informação…

ACÇÕES SOCIAIS


Neste aspecto aproveitou-se mais uma boa iniciativa da LPA, contudo com impacto mediático escasso. Não fosse o PC oferecido pelo ABC que esta acção conjunta dos clubes de solidariedade passava quase ao lado. Parabéns a todos e principalmente ao ABC.

ANDEBOL4ALL

Valorizar a diferença, foi importante. Somos diferentes mas somos iguais deveria ser o lema de todos. E aqui a FAP deu um passo interessante rumo à integração dos menos capacitados, “abrindo” a modalidade a todos. Resta agora continuar com o incentivo e acima de tudo com a estratégia, para que não seja apenas uma acção de circunstância.

QUALIDADE DOS JOGOS


Existiram vários jogos com emotividade e incerteza no resultado. Não está inerente à qualidade do jogo em si, mas existir incerteza até aos minutos finais é sempre algo que valoriza o espectáculo desportivo. Se queremos prender as pessoas/espectadores temos que lhes dar algo de “excitante”. Mas claro isso não depende directamente da vontade própria de quem manda no andebol. Depende mais das performances das equipas. E houveram equipas muito abaixo do espectável, como o caso do Benfica e ABC


ESPECTADORES


Numa prova como esta, numa região com potencial turístico acreditamos que a calendarização da mesma deve ser analisada. Por ventura realizar a prova em Abril, ou no final de época, aproveitando melhor o facto de nessa altura o Algarve estar mais potenciado a nível de população não residente/móvel. Aproveitar os turistas estrangeiros ou portugueses será sempre uma mais valia, nem que seja para valorizar o próprio espectáculo desportivo.

Sendo em Janeiro, não existindo uma boa coordenação com a “população” escolar que possa garantir muita gente a assistir aos jogos é um falhanço redondo.

AJAP

A AJAP teve a interessante iniciativa de homenagear alguns ex atletas, uma acção que fica sempre bem.

PROMOÇÃO

Consideramos que a FAP neste aspecto ainda não tem capacidade para muito mais. Já deu provas mais que suficientes disso. Apesar da imagem/logo do evento ser bem conseguida, dado que é moderna e transmite energia, tudo o resto transmitiu o contrário.


No local do evento pouco ou nada foi feito para promover andebol. Basta olhar para os nossos vizinhos espanhóis e observar como eles organizaram o Andebolshow, na altura da realização do Espanha-França em Madrid. Muitas ideias podiam ser retiradas.(desde insufláveis, a jogos didácticos, bancas de promoção etc).

Como não estivemos no Algarve não podemos afirmar a pés juntos muito sobre a divulgação,mas pelo que nos confidenciarem, acreditamos que muito mais poderia ter sido feito tendo em conta os espectadores por jogo. Emails/convites para as escolas, emails/convites para os clubes, acções com atletas nas escolas, etc. Um sem numero de actividades que tornava o andebol mais popular e acima de tudo mais acessível.

Neste momento a FAP e o andebol ainda não é vendável, porque nestes grandes eventos poderiam existir produtos para venda. Mas é como tudo enquanto não houver espectadores e dinâmica, não haverão vendas/produto…è preciso olhar para o andebol como um produto para poder potenciá-lo da melhor forma.

GALAMBAS RESCINDE, SPORTING À ESPREITA


Galambas rescindiu contrato com o Madeira SAD, clube que já estava ligado a alguns anos,mais concretamente à 4 anos e meio. Depois de não participar na supertaça Portimão Arena, Galambas dava mostras que algo de "anormal" poderia acontecer.

E aconteceu, esta rescisão vem num momento que se fala do interesse Sportinguista, e claro estamos certos que para Galambas é sempre uma hipótese interessante de juntar a hipótese de estar mais perto dos “seus” e de financeiramente não sair a perder.

A confirmar-se esta contratação consideramos que será uma excelente aposta tendo em conta um factor muito interessante. Potenciar a jovem equipa com um maior grau de maturidade e experiência.

Galambas ainda é um dos melhores pivots portugueses, e esteve intimamente ligado aos momentos altos do andebol nacional. Mais do que se arriscar num estrangeiro de qualidade duvidosa, acreditamos que Galambas poderá trazer algo de positivo ao Sporting.

Mas isto claro a ser confirmada a contratação.

26/01/2010

MAIS E MENOS DA SUPERTAÇA PORTIMÃO ARENA 2010

EQUIPA MAIS
FC PORTO

EQUIPA MENOS
SL BENFICA

EQUIPA SENSAÇÃO
BELENENSES

EQUIPA DESILUSÃO
SL BENFICA E MADEIRA SAD* NA 2ª PARTE JOGO COM BELENENSES

Temos observado bastantes comentários críticos à nossa escolha do Madeira SAD como equipa desilusão na 2ªparte do jogo contra o Belenenses.

Como o próprio português indica, apenas referimos que o Madeira SAD foi desilusão na 2ªparte do jogo contra o Belenenses, nada mais. Não queremos com isso dizer que tenha sido a equipa desilusão da prova. Esse titulo cabe inteirinho ao SL Benfica.

Isto porque para uma equipa com a experiencia como os madeirenses dificilmente a ganhar por 7 poderiam permitir tamanha reviravolta de equipa “inexperiente” mas com atitude como o Belenenses, isto estando mesmo às portas da final.

Claro que o Madeira SAD não foi equipa desilusão da prova, tendo em conta que ficou à frente de Benfica e ABC.

Achamos que devíamos ter esta consideração dado que está a ser mal interpretada a nossa analise anterior e devido ao facto de estarmos a ser julgados de forma incorrecta.


MOMENTO SUPERTAÇA
RECUPERAÇÃO BELENENSES JOGO COM MADEIRA E JOGO COM FC PORTO

A DESTACAR
GR DO MADEIRA SAD, BELENENSES E FC PORTO

A REPENSAR
ESTRUTURA E HORÁRIOS DA PROVA

MENOS POSITIVO
POUCO PUBLICO DURANTE TODO EVENTO POSSIVELMENTE DEVIDO A UM TRABALHO DE COMUNICAÇÃO/DIVULGAÇÃO ESCASSO

MAIS POSITIVO
EMOTIVIDADE JOGO FINAL E ACÇÕES SOCIAIS/SOLIDARIEDADE E O TEMPO DE ANTENA NA RTP2

VIDEOS DA FINAL



retirado de Infordesporto.sapo.pt

25/01/2010

FC PORTO VENCE SUPERTAÇA



Não ia ser grande novidade este desfecho, tendo em conta o actual momento das equipas presentes, talvez não fosse de esperar a réplica dada pelo Belenenses na final, que por muito pouco ia estragando a festa Portista.

De facto actualmente o FC Porto é a melhor equipa nacional, diríamos a léguas de distancia das restantes, e não fosse um relaxamento pensando que seriam favas contadas, e esta final seria uma final sem história.

Quer a grande desilusão SL Benfica que com José António Silva, ainda não conseguiu ser realmente equipa, quer o ABC que foi uma pálida imagem da habitual alma guerreira, quer o Madeira SAD e a sua Kosteskydependencia, esta taça trouxe o esperado.


O Porto ganhou bem, o Belenenses demonstrou vontade e atitude,os restantes foram um pouco mais do mesmo. Tirando o ABC que esperávamos sinceramente algo mais.

Esta taça deu um cheirinho daquilo que em principio será o resto do campeonato. O Porto irá passear com maior ou menor facilidade, e todos os que criticaram Obradovic(nós incluídos no inicio) podemos estar a engolir alguns sapos. Isto porque Obradovic conseguiu motivar as tropas dando oportunidades a atletas menos esperados. O Porto contudo também aproveita muito o facto das outras equipas estarem digamos abaixo do esperado.(Benfica, Sporting). O ABC no campeonato ainda vai cumprindo.

Esta supertaça também tem muitos "contras". Vem numa altura depois de uma longa pausa do campeonato. Vem quase em cima de um estagio, jogos de play off da selecção, ou seja com pouco trabalho por parte dos clubes com o plantel total, e vem numa altura estranha, dado que consideramos que as taças e supertaças devem ser jogadas no final das época.

Podemos dizer que esta é a taça presidente da republica dos "ricos", isto porque se realiza em Portimão em regime de concentração. A outra Taça PR é para os clubes pobres que querem ter algum protagonismo e acima de tudo alguma despesa adicional.

A nível de imagem podemos dizer que foi conseguida dado que conseguiu ter impacto mediático na TV e mesmo na imprensa, e até a imagem criada para o evento foi interessante. Não podemos comentar o que foi feito no próprio evento dado que não estivemos presentes.

Contudo não podemos esquecer que o andebol sofre o mal da falta de conhecimento global da população,e marcar jogos para as 15 horas de um dia normal de trabalho é um suicídio. Porque não marcar um jogo Às 18h30m e outro mais tarde. Ou porque não dividir esta prova por Lagos e Portimão, e fazer a final em Portimão. Diversificava-se a oferta, e abrangia-se maior população. Quem beneficiaria também seria o turismo do Algarve. Mas isto são apenas ideias.

Contudo esta prova tem sempre alguns pontos de analise, dado que como sabemos os mundiais e europeus são sempre nestas alturas, sendo assim, o que acontecerá se Portugal for disputar um desses grandes eventos?

Deixamos a pergunta.

21/01/2010

SUPERTAÇA PORTIMÃO ARENA -JOGOS

CALENDÁRIO DE JOGOS

DIA 21-01-2010 (QUINTA FEIRA)
SL Benfica - CF “Os Belenenses” - 27- 29
ABC – FC Porto - 22-27

DIA 22-01-2010(SEXTA FEIRA)
Madeira SAD – SL Benfica (26-26)
Xico Andebol - FC Porto (17-25)

DIA 23-01-2010 (SÁBADO)
CF “Os Belenenses” - Madeira SAD (28-27)
ABC – Xico Andebol (32-31)


DIA 24-01-2010 (DOMINGO)

11h00 – 3º Grupo A (Benfica) vs 3º Grupo B (Xico Andebol)(apuramento 5º / 6º lugares) (40-24)

14h30 – 2º Grupo A (Madeira SAD )vs 2º Grupo B (ABC) (apuramento 3º/ 4º lugares) (21-18)

17h00 – FINAL (1º Grupo A FC PORTO : 1º Grupo B BELENENSES) (28-24) AP

APOSTA ANDEBOLMAIS- VITÓRIA DO FC PORTO
APOSTA ANDEBOLMAIS JOGO FINAL- BELENENSES-FC PORTO

SUPERTAÇA PORTIMÃO ARENA NA TV



FAPTV

21.01.2010 (QUINTA-FEIRA)

15h00 – SL Benfica vs CF Belenenses

17h00 – ABC de Braga vs FC Porto Vitalis

22-01-2010 (SEXTA-FEIRA)

15h00 – Madeira Andebol SAD vs SL Benfica

17h00 – Xico Andebol vs FC Porto Vitalis

24-01-2010 (DOMINGO)

11h00 – 3º Grupo A vs 3º Grupo B (apuramento 5º / 6º lugares)

14h30 – 2º Grupo A vs 2º Grupo B (apuramento 3º/ 4º lugares)


RTP2

23-01-2010(SÁBADO)

15h05 – CF Belenenses - Madeira Andebol SAD

17h00 – ABC Braga Andebol Sad - CD Xico Andebol

24-01-2010 (DOMINGO)

17h00 – FINAL (1º Grupo A : 1º Grupo B)

18/01/2010

PARABÉNS FAP - PARTE II


ANDEBOL 4 ALL - MAIS PARA QUEM TEM MENOS...

No mesmo dia elogiar a FAP 2 vezes, pode-se dizer que é um dia para se registar.

Aproveitando a Supertaça Andebol Portimão 2010 a FAP vai realizar a 1ª acção nacional de formação de Andebol em Cadeira de Rodas, que inclui uma demonstração prática no dia 23 de Janeiro, pelas 17h35, no Portimão Arena e que será transmitida online em directo pela Fap WebTV.


A FAP pretende desta forma dinamizar o seu projecto de promoção do andebol no Desporto adaptado, dando o nome de ACR – Andebol em Cadeira de Rodas.

Esta é uma das melhores acções promovidas pela FAP nos últimos anos, dado que dá importância a pessoas muitas vezes esquecidas e desprezadas desportivamente. Convém lembrar que Portugal é uma potencia nos jogos para olímpicos, por isso começar a respeitar mais aqueles que não por desejo mas sim por força de muitas circunstancias se viram limitados em alguma das suas capacidades.

Podem praticar o ACR pessoas com deficiência física que tenham comprometimento de membros inferiores, lesão medular, amputação, sequela de poliomielite e outras disfunções que o impeçam de correr, saltar e pular como um indivíduo sem lesões também sendo alargado a pessoas sem deficiência. A prática desportiva por parte das pessoas com deficiência é muito útil no processo de inclusão social, pois permite à pessoa com deficiência reabilitar-se nos domínios motor, cognitivo, afectivo – social e psicológico.

Por esta iniciativa damos os sinceros parabéns à FAP.

PARABÉNS FAP

PASSATEMPO

Parece que pelos vistos o ANDEBOLMAIS tem despertado algumas mentes e a iniciativa começa a ser mais frequente para os lados da Calçada da Ajuda.

Começamos a referir as assistências aos jogos, e pelos vistos os boletins de jogos começaram a ser melhor preenchidos.

Começamos a fazer passatempos com oferta de bilhetes neste caso para os jogos do ABC, clube que se mostrou mais disponível para tal, e eis que na FAP surge agora um passatempo com oferta de merchandising. Algo inédito para aqueles lados.

Acreditamos que possam ser coincidências, contudo não podemos deixar de referir este facto, dado que desta forma poderá ser suscitado um interesse mais elevado pelos praticantes e amantes da modalidade. Interessante seria sim oferecer uma viagem a Áustria para assistir à final do Europeu.

Demos o pontapé de saída e ainda bem que alguém nos seguiu, dado que este é o objectivo principal do ANDEBOLMAIS, tornar o andebol num produto melhor.

Isso seria um passatempo em grande....Mas começar assim já não é mau.

Clique aqui para ver passatempo.

PORTUGAL APURADO COMO SE ESPERAVA


Portugal superou o seu obstáculo. Não era um desafio muito difícil, contudo nestas alturas um pequeno deslize/desconcentração pode ser a morte do artista.

Contra a Letónia, Portugal controlou, contudo nunca se pode dizer que tinha o jogo ganho, tendo inclusive terminado com uma diferença de 1 golo. 31-30.

No jogo decisivo Portugal não deu hipóteses e cilindrou (33-21) a débil selecção do Luxemburgo que demonstrou não ser do nível de Portugal.

Não há muito a dizer dado que esta era a obrigação da selecção e de Olson, dado que se pretendem chegar ao mundial, estes dois jogos eram apenas um pequeno passo.

Apenas continuamos a não compreender a gestão de atletas feita por Olson, isto porque no primeiro jogo deixa Dario de fora, apostando em Solha e no segundo jogo deixa Solha de fora tendo este sido um dos melhores elementos do 1ºjogo. Há coisas que não se compreendem, mas quando tudo está pré definido não há nada a fazer. É caso para dizer, mesmo que Solha tivesse marcado 20 golos, sairia na mesma. Contudo concordamos que Dario deve ser sempre convocado pela sua qualidade, bem como Solha. Mas preferimos ter dois atletas por posição, do que 3 a 4 pivots. Isto para já não falar da ausência de Luís Bogas no 1º jogo. Deixar de fora num jogo importante e decisivo duas das suas maiores "estrelas" poderia ser um autentico suicídio. e não foi por muito pouco.

Mas isso somos nós "treinadores de bancada"...

Agora resta esperar para Junho para sabermos se Portugal tem ou não capacidade para ir mais longe, e se todos estes estágios que tanto se falam valeram realmente a pena.

Vamos esperar pelo dia 31 para ver qual a "sorte" de Portugal.

14/01/2010

RECORD DE GOLOS MARCADO POR UM JOGADOR EM JOGO BATIDO


O record de golos marcado por uma atleta num jogo foi batido esta semana, 22 anos depois de Heidi Sundal ter marcado 21 golos.

A pivot da equipa Larvik e da selecção da Noruega marcou 24 golos, 8 dos quais de 7 metros no jogo contra o Selbu. O marcador final foi 41-30.

Não era uma estratégia inicial, contudo ao intervalo o técnico da equipa determinou esse objectivo, e a equipa trabalhou par isso. Convém lembrar que ao intervalo Heidi já tinha 14 golos marcados.

Uma marca que fica para a história...


Deixamos um video divertido da selecção da Noruega

PROKOP VOLTA A FAZER DAS SUAS


Depois de ser punido com uma pesada sanção de 3 anos, e de uma multa de 45 mil euros Gunnar Prokop, parece não ter aprendido a lição.

Depois de se constar de continuar a dar treinos e a dar instruções nos jogos da sua equipa na liga local, eis que se prova que num jogo da liga dos campeões, foi apanhado com a "boca na botija".

Desta vez foi apanhado a dar indicações próximo do banco de suplentes. Toda a gente viu, e mesmo com um oficial da EHF por perto nada foi feito.

É caso para dizer que ao que parece a EHF prefere manter PROKOP por perto do que à distancia. Contudo ao abrir estas excepções, fechando os olhos corre o sério risco de cair no descrédito.

É caso para dizer que uns são afilhados e outros são injustiçados...